POEMA DO DIA
16 de Setembro de 2014
[A distância é cava]
A distância é cava
senão cova Escava
Os pais vigiam
dentro de um veio
no seio da terra

E os avós são reis
por detrás de um vidro
Do açúcar vem-lhes
a textura doce

mais antigos
mortos do que nós
mais vivos mais sós

como se fosse
um acidente
o pó

Luiza Neto Jorge (1939-1989)
Poesia