2017-11-06

«Como assim Mário como assim Cesariny como assim ó meu deus de Vasconcelos?»

Poesia reúne obra poética do grande surrealista português

Partilhar:

A Assírio & Alvim publica a 9 de novembro Poesia, livro que pela primeira vez reúne a obra poética de Mário Cesariny.

Esta edição inclui os emblemáticos Manual de Prestidigitação, Primavera Autónoma das Estradas, reeditados recentemente, Pena Capital, Nobilíssima Visão, A Cidade Queimada, O Virgem Negra e ainda «Outros poemas», conjunto de textos retirados dos livros pelo autor. Foram deliberadamente excluídos alguns picto-poemas e poemas dramáticos, que serão publicados no futuro.
Poesia foi organizado e editado por Perfecto E. Cuadrado, que no prefácio que assina escreve: «Há uma década já que o navio-mário largou o cais para se aventurar no nevoeiro à procura do mistério da pirâmide, depois de ter bebido das águas daquele lugar tenebroso e cantante onde se juntam todas as nascentes. Mário foi, antes de mais, um homem livre e luminoso que cada dia inaugurava o dia na noite da caverna e que soube encontrar mil tempos novos para o verbo amar.»

queria de ti um país de bondade e de bruma
queria de ti o mar de uma rosa de espuma

SOBRE O AUTOR

Mário Cesariny de Vasconcelos nasceu em Lisboa, em 1923. Em Paris conheceu André Breton e, regressado a Portugal, foi um dos principais fundadores do movimento surrealista português. A sua postura polémica na defesa de um surrealismo autêntico levou-o, porém, a deixar o grupo no ano seguinte para criar, com Pedro Oom e António Maria Lisboa, o grupo surrealista dissidente. Foi um dos mais brilhantes poetas portugueses do século XX e desenvolveu também um percurso absolutamente notável no campo das artes plásticas. Em 2002 foi distinguido com o Grande Prémio EDP de Artes Plásticas e em 2005 recebeu a Grã-Cruz da Ordem da Liberdade, entregue pelo então Presidente da República Jorge Sampaio. Faleceu em 2006.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK