2022-10-19

O livro que inspirou "O Senhor dos Anéis"

Assírio & Alvim publica Beowulf, o grande épico da língua inglesa. Fica assim disponível pela primeira vez a única tradução feita em Portugal diretamente a partir do único original conhecido, em inglês antigo

Partilhar:

Beowulf é considerado o mais longo poema heroico composto em Inglaterra e o mais antigo das línguas modernas da Europa. Narra as façanhas do grande herói Beowulf, desde a sua juventude até se tornar rei em idade adulta, detendo-se nas lutas que trava contra três criaturas monstruosas: Grendel e sua mãe, que habitam zonas ermas e pantanosas, e um dragão cuspidor de fogo que põe em risco a existência do seu povo.

Subvalorizado pela crítica muitos anos após ser descoberto no século XVIII, foi J. R. R. Tolkien quem elevou o texto a obra-prima da literatura ocidental, usando-o como inspiração para a sua famosa trilogia O Senhor dos Anéis. Publica-se assim esta fantástica saga, pela primeira vez em português europeu numa tradução de Angélica Varandas e Luísa Azuaga a partir do inglês antigo, língua original em que foi escrita. O livro conta ainda com uma introdução, apêndices, glossários e imagens que permitem entender melhor o contexto em que a obra foi produzida.

 

O livro já se encontra em pré-venda e estará disponível nas livrarias a 20 de outubro.

 

Desconhece-se o autor original de Beowulf, embora se reconheça que tenha sido produzido no período anglo-saxónico (449-1066), com base, provavelmente, numa longa tradição oral deste tipo de histórias (como acontece, de resto, com outros poemas heroicos da Antiguidade: o Épico de Gilgameš, a Ilíada ou a Odisseia). O único manuscrito disponível, descoberto no século XVIII, tem a marca caligráfica de dois monges copistas.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK