2021-05-03

«para desenganar a velocidade do mundo»

Coração Lento assinala a estreia no catálogo da Assírio & Alvim de Frederico Pedreira

Partilhar:

Em Coração Lento, assistimos ao afinar meticuloso da linguagem poética, um monumento de cujas ruínas se reergue a paisagem em chamas desse lugar onde, a custo, tentamos sempre voltar.

Frederico Pedreira, no seu livro de estreia na Assírio & Alvim, constrói esse caminho de volta como se as suas palavras fossem cristais de sal.

 

O livro estará disponível nas livrarias a 6 de maio.

 

 

A oliveira ainda acesa

na noite da nossa memória.

O ruído que guardávamos do automóvel,

dois ou três bagos mortos no capô azul eléctrico.

O meu fim em ti ali tão perto.

E nesta manhã que ainda por cima

é um belo prenúncio de sol,

diz-me: como queres que não acredite?

 

O autor

Frederico Pedreira nasceu em 1983. Publicou vários livros de prosa e de poesia, entre os quais Doze Passos Atrás, Presa Comum, Fazer de Morto, A Noite Inteira, A Lição do Sonâmbulo e o livro de ensaios Uma Aproximação à Estranheza. Traduziu livros de poesia de W. B. Yeats e Louise Glück, ensaios de G. K. Chesterton e George Orwell, e romances de Dickens, Swift, Wells, Hardy e Banville, entre outros. Colaborou na secção de Cultura de alguns periódicos nacionais. Doutorou-se no Programa em Teoria da Literatura da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Venceu o Prémio INCM/Vasco Graça Moura na categoria de Ensaio (2016).

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK