Longe de Veracruz (eBook)

Formatos disponíveis
12,99€ I
7,79€ I
-50%
COMPRAR
-50%
12,99€ I
7,79€ I
COMPRAR
I 40% DE DESCONTO IMEDIATO + 10% EM CARTÃO
I Disponibilidade Imediata

SINOPSE

Longe de Veracruz é um texto inebriante e ínsone que Enrique Vila-Matas domina com brio e fantasia. Romance de uma viagem imóvel numa geografia de sonho, tão verdadeira como fantasmagórica. Aqui, alguns seres inesperados - uma bela cantora de bolero assassina, um dentista alcoólico, um chulo, um cabeleireiro fascista, o escritor mexicano Sergio Pitol - gravitam à volta de três irmãs rivais no amor, na arte e na vida e que, como Don Juan, ostentam o nome Tenorio. Neste livro Vila-Matas demonstra-nos, mais uma vez, que só transmutado pelas armadilhas da literatura o real se torna suportável.

«O inferno é o outro. Mas também a dor de não ser esse outro. Assim se poderia resumir uma das linhas temáticas que atravessam este extravagante e sedutor romance.»
El País

«Encontram-se aqui muitos dos subtemas preferidos de Enrique Vila-Matas, o contexto familiar, a obsessão pelas viagens, os constantes brindes e alusões ao mundo da literatura contemporânea, os jogos eróticos e sexuais que banalizam as maiores tragédias, o contínuo apelo ao humor, a um sarcasmo que nega a gravidade do que se está a narrar.»
ABC Literario
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Longe de Veracruz (eBook)
ISBN: 978-972-37-1803-4
Edição/reimpressão: 10-2014
Editor: Assírio & Alvim
Código: 68515
Idioma: Português
Páginas: 264
Tipo de Produto: eBook
Classificação Temática: eBooks > eBooks em Português > Literatura > Romance
Enrique Vila-Matas nasceu em Barcelona em 1948. Em 1968 foi viver para Paris, autoexilado do governo de Franco e à procura de maior liberdade criativa. O apartamento onde se instalou foi-lhe alugado pela escritora Marguerite Duras. Durante esse anos subsistiu realizando pequenos trabalhos como jornalista para a revista "Fotogramas", e chegou a colaborar como figurante num filme de James Bond.
Vila-Matas publicou o seu primeiro livro, "La Asesina Ilustrada", em 1977, e desde então não mais deixou de escrever porque, de acordo com o que o próprio afirmou, "escrever é corrigir a vida, é a única coisa que nos protege das feridas e dos golpes da vida."
Com a publicação de "História Abreviada da Literatura Portátil" começou a ser reconhecido e admirado no âmbito internacional, especialmente nos países latino-americanos e Portugal.
As suas obras são uma mescla de ensaio, crónica jornalística e novela. A sua literatura, fragmentária e irónica, dilui os limites entre a ficção e a realidade. Desenvolveu uma ampla obra narrativa que se inicia em 1973 e que, até à data, foi traduzida para nove idiomas. Atualmente é um dos narradores espanhóis mais elogiados pela crítica nacional e internacional, ainda que os prémios e o reconhecimento em Espanha tenham chegado tardiamente.
Tradução e adaptação de www.Escritores.org
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK