Na Margem

Na Margem

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
O melhor romance espanhol de 2013
Formatos disponíveis
17,70€I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
17,70€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

A descoberta de um cadáver no pântano de Olba inicia a narrativa. O seu protagonista, Esteban, viu-se obrigado a fechar a carpintaria de que era proprietário, deixando desamparados os que ali trabalhavam. Enquanto se ocupa de cuidar do seu pai, doente em fase terminal, indaga acerca dos motivos de uma ruína onde assume o duplo papel de vítima e de carrasco e onde encontramos, nos seus escombros, os valores que regeram uma sociedade, um mundo e um tempo. O espelho onde se olha restitui uma imagem feita de sonhos quebrados e ilusões perdidas, nada se salvando da voracidade destes primeiros anos do século XXI onde o amor, a família, a amizade e até as convenções sociais se tornaram parte do menu de um banquete para poucos.

Na Margem foi considerado o melhor romance espanhol de 2013 pelos suplementos literários dos jornais El Mundo, El País, ABC, entre outros. Vencedor do Premio Francisco Umbral, do Premio Nacional de Narrativa e do Premio de la Crítica de Narrativa Castellana.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Na Margem é o grande romance da crise: não apenas espanhola, mas europeia.»
José Riço Direitinho, Público (5 *****)
«É um retrato do nosso tempo, lúcido como poucos, sem nunca deixar de ser literatura. Grande literatura.»
José Mário Silva, Expresso (5 *****)
«Um grande romance que não deveriam deixar de ler aqueles que queiram entender melhor o arranque aterrorizante do século XXI, um tempo sem deuses, atormentado por carreiristas e seres corruptos, onde o capitalismo financeiro, com a cumplicidade dos governos conservadores e a passividade dos sociais-democratas, foi acabando com o Estado Social.»
El País
«Esta leitura não é amável, mas é imprescindível.»
El Mercurio
«Este romance fala da "alma humana nos começos do século XXI". O autor lança uma enorme bola de demolição, depois pouco resta do nosso conto de fadas sobre a modernização e o bem-estar.»
Frankfurter Allgemeine
«Literatura em estado puro, sentido das palavras e relato de coisas que acontecem, não no limbo, mas mesmo aqui, fazem deste romance a história íntima e brutal das nações. Mil vezes soberbo.»
ABC
«Rafael Chirbes é um dos melhores escritores espanhóis, um dos grandes autores europeus do nosso tempo.»
Le Monde des Livres

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Bom livro
César |2016-01-12
Bom retrato das emoções/situações que se vivem pela Europa.
Na Margem...por vezes da realidade
Susana Fragoso |2015-07-16
Podemos escolher muita coisa na vida. mas há partes do nosso existir cuja escolha está fora do nosso alcance. E o que fazer? Nos momentos difíceis, nas inevitabilidades, na crise? No desmoronar da vida como ela se conhece? Rafael Chirbes, fértil nas palavras e nas imagens, plasma no papel, com um rigor admirável, os sentimentos das pessoas, conseguindo descrevê-los, mesmo aos mais dramáticos e dolorosos, com uma admirável beleza literária. Algumas verdades duras... impossíveis de não ler. Livro brilhante!

DETALHES DO PRODUTO

Na Margem
ISBN:978-972-37-1828-7
Edição/reimpressão:06-2015
Editor:Assírio & Alvim
Código:79410
Idioma:Português
Dimensões:147 x 205 x 30 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:448
Tipo de Produto:Livro
Rafael Chirbes nasceu em Tavernes de Valldigna, Valência, em 1949. Estudou História Moderna e Contemporânea em Madrid e foi finalista do Prémio Herralde, em 1988, com o seu primeiro romance, Mimoun. Em 1996 foi galardoado com o Prémio SWR-Bestenliste, na Alemanha, com La Larga Marcha. É autor de uma obra singular que está publicada em diversos países e que tem vindo a ser premiada e elogiada pela crítica. Foram publicados em Portugal  os seus livros Os Disparos do Caçador, Crematório, Na Margem e, agora, Paris-Austerlitz. Faleceu a 15 de agosto de 2015.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK