A Madrugada de Wilhelm e Leopoldine

A Madrugada de Wilhelm e Leopoldine

ISBN: 978-972-37-1177-6
Edição/reimpressão: 01-2007
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78674
ver detalhes do produto
15,00€ I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
15,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE


Este livro foi publicado por ocasião da exposição «A Madrugada de Wilhelm e Leopoldine», realizada no âmbito do Programa de Apoio à Arte Contemporânea / fcc, entre 9-1-2007 e 2-3-2007.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Logo no momento de entrar no espaço arte contemporânea da fundação carmona e costa impõe-se uma inadiável relação física com os doze desenhos que compõem a exposição A Madrugada de Wilhelm e Leopoldine. Pela sua escala excessiva ganham uma monumentalidade e presença que questionam os limites do espaço para o qual foram concebidos. Paradoxalmente, quem se aproximar deles, perde-os de vista, acabando a cravar os olhos na rugosidade do papel esquisso ou na superfície brilhante do negro que as manchas densas da tinta-dachina lhe conferem. Quando, pelo contrário, se afastar, as caras numas das imagens e os fragmentos urbanísticos noutras não param de se aproximar como se um zoom as aumentasse constantemente. É neste movimento lento do próprio espectador que o conjunto de fragmentos imagéticos, apresentados numa espécie de blow up - as caras em frontalidade e ao nível do olhar, as arquitecturas em picado e contra-picado -, se contempla de um modo quase cinematográfico. Passeando por entre eles, o espectador repete de certo modo a experiência que a própria artista designa como fundadora para a pesquisa que os originou.»

DETALHES DO PRODUTO

A Madrugada de Wilhelm e Leopoldine
ISBN: 978-972-37-1177-6
Edição/reimpressão: 01-2007
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78674
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 210 x 7 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 80
Tipo de Produto: Livro
Adriana Molder nasceu em Lisboa, em 1975.
Vive e trabalha em Berlim e na capital portuguesa. em 2003 recebeu o prémio revelação CELPA/Vieira da Silva e, em 2007, o Herbert Zapp Preis fu¨r Junge Kunst (Prémio Jovem Artista).
Expõe regularmente desde 2002. o seu trabalho está representado em várias coleções públicas e privadas, em Portugal e no estrangeiro, tais como a Coleção Berardo, Coleção António Cachola, Fundação EDP, Fundació Sorigue, em Espanha, ou o Kupferstichkabinett-Staatliche Museen (Gabinete de Gravuras e Desenho do Museu Estatal), em Berlim. na Alemanha.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK