Antologia da Poesia Espanhola das Origens ao Século XIX

Antologia da Poesia Espanhola das Origens ao Século XIX

ISBN: 978-972-37-0641-3
Edição/reimpressão: 04-2001
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78418
Coleção: Documenta Poética
ver detalhes do produto
47,50€ I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
47,50€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

José Bento tem vindo a desenvolver, sobretudo nas duas últimas décadas, um trabalho ímpar de tradução e divulgação da poesia espanhola entre nós, quer através da publicação de antologias ou livros de poetas como Quevedo, António Machado, Lorca, Francisco Brines, Victoria Atencia, Jaime Gil de Biedma, entre vários outros, ou da monumental "Antologia da Poesia Espanhola Contemporânea" (que abarca o séc. XX), ou ainda dos dois volumes da Poesia Espanhola do "Siglo de Oro". Com esta também monumental "Antologia da Poesia Espanhola das Origens ao Século XIX", o poeta e tradutor acaba de passar em revista toda a poesia do país vizinho. Com traduções exemplares, como nos tem vindo a habituar, e notas que contextualizam literária e historicamente os vários poetas seleccionados (à volta de meia centena das origens ao Renascimento, outra meia centena do Renascimento ao Barroco, e outros tantos dos séculos XVIII e XIX), José Bento dá-nos aquilo que o próprio chama "o impossível de dar no espaço possível". E nós, leitores, agradecemos a possibilidade que ele nos dá para ler esta grande poesia. Parafraseando Manuel Gusmão: o poeta traduz para que seja possível.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Antologia da Poesia Espanhola das Origens ao Século XIX
ISBN: 978-972-37-0641-3
Edição/reimpressão: 04-2001
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78418
Coleção: Documenta Poética
Idioma: Português
Dimensões: 169 x 241 x 50 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 808
Tipo de Produto: Livro

sobre José Bento

José Bento nasceu a 17 de novembro de 1932. Foi um dos fundadores, nos anos 50, da revista de poesia Cassiopeia. Desde então, traduziu, por exemplo, Fernando de Rojas, Jorge Luis Borges, Miguel de Unamuno, Santa Teresa de Ávila, e organizou antologias de Garcilaso, Quevedo, Antonio Machado, Manuel Machado, Juan Jimenez, Francisco Brines, Vicente Alexandre, Federico García Lorca, Cernuda. É considerado um dos melhores tradutores portugueses e já recebeu diversos prémios, inclusivamente o Prémio Cervantes, atribuído pelo governo espanhol pela sua atividade enquanto tradutor. É também autor de vários livros de poesia, como «Alguns Motetos» ou «Sítios», publicados na Assírio & Alvim.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK