Ensaios sobre Literatura

Ensaios sobre Literatura

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN:978-972-37-1900-0
Edição/reimpressão:04-2016
Editor:Assírio & Alvim
Código:79442
ver detalhes do produto
22,00€
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
22,00€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Este volume reúne os mais significativos ensaios de Walter Benjamin sobre obras e autores das literaturas de língua alemã e francesa, escritos ao longo de quase toda a vida literária do autor, entre 1914 e 1936. Aí iremos encontrar, para além de outros, os grandes ensaios sobre Kafka ou o Surrealismo, Proust ou o teatro épico de Brecht, a poesia de Hölderlin ou o grande romance de Goethe As Afinidades Electivas. O traço porventura mais marcante destes ensaios será certamente, ainda hoje, o da originalidade dos pontos de vista e do método de abordagem de alguns dos grandes nomes da literatura europeia. Esse método, como o próprio autor explicita na abertura do maior ensaio do livro (sobre As Afinidades Electivas), é o da crítica filosófica, mais do que o do simples comentário. Por outras palavras, quem aqui escreve é mais um alquimista do que o simples comentador.

Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

"Ensaios sobre Literatura"
pjfserra |2017-08-26
Este sexto volume das Obras Escolhidas de Walter Benjamin está dividido entre autores de língua alemã Hölderlin, Goethe, George, Walser, Brecht, Kraus e Kafka) e autores franceses (o surrealismo, Proust, Valéry). Suplementado, como já é regra, pela secção de "Comentário" com textos e cartas do autor que suportam uma contextualização à Obra.

DETALHES DO PRODUTO

Ensaios sobre Literatura
ISBN:978-972-37-1900-0
Edição/reimpressão:04-2016
Editor:Assírio & Alvim
Código:79442
Idioma:Português
Dimensões:147 x 205 x 32 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:464
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Ensaios
Walter Benjamin nasceu em Berlim em 1892, no seio de uma família judaica. Estudou Filosofia em Berlim, Munique e Freiburg e doutorou-se em Berna (Suíça) no ano de 1919, com a tese A Crítica de Arte no Romantismo Alemão. A ascensão de Hitler e do nazismo obrigaram-no a fugir de Berlim, em 1933. Residiu sobretudo em Paris, com passagens por Itália e por Espanha. O medo de ser entregue à Gestapo e as dificuldades em passar a fronteira entre França e Espanha conduziram-no ao suicídio em 1940. Como legado deixou-nos uma obra filosófica de uma impressionante atualidade, onde se cruzam os assuntos que tentava compreender e estudar: História, Modernidade, Arte, Tecnologia, literatura dos séculos XIX e XX e a ascensão da cultura de massas, assim como numerosas traduções e análises literárias a Baudelaire, Brecht, Hölderlin, Kafka e Proust.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK