Golpe de Teatro

Golpe de Teatro

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Grande Prémio de Poesia da APE 2017
Formatos disponiveis
11,00€
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
11,00€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio imediato

SINOPSE

«Golpe de Teatro» é o mais recente livro de poesia de Helder Moura Pereira. Um golpe em quatro actos, sempre mordaz e com notável ironia até ao fim.

Foi excitante percebermos qual a cor
da nossa bandeira branca. Enrolámo-nos
nela como dois militantes entusiastas
pela mesma causa, já tínhamos passado
por muita coisa e abraçávamos o resto
das nossas vidas como se fosse uma causa.

Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Golpe de inspiração poética
VF |2016-04-21
Helder Moura Pereira representa o que de melhor se faz na poesia contemporânea portuguesa. O seu último trabalho, "Golpe de Teatro" é um livro inspirador e criativo que nos proporciona belos momentos encantamento poético.

DETALHES DO PRODUTO

Golpe de Teatro
ISBN:978-972-37-1890-4
Edição/reimpressão:02-2016
Editor:Assírio & Alvim
Código:79437
Idioma:Português
Dimensões:147 x 205 x 7 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:72
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
Helder Moura Pereira nasceu em Setúbal, a 7 de janeiro de 1949. Foi professor no Ensino Secundário e Assistente da Faculdade de Letras de Lisboa (Departamento de Estudos Anglo-Americanos). No King's College da Universidade de Londres, como Leitor, ensinou Literatura Portuguesa. Lecionou também Português e Técnicas de Expressão do Português nos cursos de Formação Profissional da Faculdade de Medicina Dentária de Lisboa. Ingressou no Ministério da Educação em 1986, tendo exercido funções técnicas na área da educação de adultos, nomeadamente em animação de leitura e nos grupos de planeamento e redação da revista "Forma" e do jornal "Viva Voz".
Foi técnico superior do Ministério da Justiça, em funções no Estabelecimento Prisional de Lisboa.
O seu trabalho poético tem vindo a ser publicado regularmente pela Assírio & Alvim, obtendo o reconhecimento do público e da crítica. É disso exemplo a atribuição de diversos prémios literários, entre eles o Prémio de Poesia Luís Miguel Nava e o Prémio de Literatura Casa da América Latina/Banif, este último pela sua tradução do livro "O Inútil da Família", de Jorge Edwards. De resto, a sua atividade como tradutor é também notável e tem traduzido regularmente autores como Ernest Hemingway, Jorge Luis Borges, Sylvia Plath, Charles and Mary Lamb, Sade, Guy Debord.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK