Histórias em Ponto de Contar

Histórias em Ponto de Contar

ISBN: 978-972-37-0979-7
Edição/reimpressão: 11-2006
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78669
Coleção: Assirinha
ver detalhes do produto
14,40€ I
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
EM
STOCK
14,40€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Se na maior parte dos casos as ilustrações servem de complemento ao texto, nestas Histórias em Ponto de Contar a situação é a inversa. Assim, o ponto de partida para a narrativa são os vinte desenhos de Amadeo de Souza Cardoso, ligados pelo texto que, como se adverte desde o início, não quer limitar aquilo que vemos, mas apenas fornecer uma interpretação possível. Para saborear tantas vezes quantas a imaginação quiser.

Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Histórias em Ponto de Contar
ISBN: 978-972-37-0979-7
Edição/reimpressão: 11-2006
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78669
Coleção: Assirinha
Idioma: Português
Dimensões: 241 x 230 x 11 mm
Encadernação: Capa dura
Páginas: 60
Tipo de Produto: Livro

sobre os autores

Maria Alberta Menéres nasceu em Vila Nova de Gaia, em 25 de agosto de 1930.
Licenciada em Ciências Histórico-Filosóficas pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi professora do Ensino Técnico, Preparatório e Secundário, nas disciplinas de Língua Portuguesa e História (de 1965 a 1973).
Organizou a Antologia da Poesia Moderna Portuguesa (1940/1967), em 1976, e, dois anos mais tarde, a Novíssima Antologia da Moderna Poesia Portuguesa, 2 volumes, pela Moraes Editora, em parceria com o Poeta E. M. de Melo e Castro.
De 1974 a 1986. foi Diretora do Departamento de Programas Infantis e Juvenis da Radiotelevisão Portuguesa, RTP, tendo sido autora e produtora de inúmeros programas televisivos para crianças e jovens, uma vez que nessa época "quem comandava também criava"!!
Foi Assessora do Provedor de Justiça, de 1993 a 1998, sendo da sua responsabilidade as primeiras linhas de apoio a Crianças e Idosos em Portugal.
Poeta e Escritora, Maria Alberta Menéres é autora de mais de 100 livros infantis e juvenis, com merecido destaque para o especialíssimo Ulisses, que conta já com 45 edições e mais de um milhão de exemplares vendidos.
Entre as múltiplas atividades Maria Alberta Menéres foi, também, a criadora do conceito, e deu o nome, ao "Pirilampo Mágico", a convite de José Manuel Nunes da Antena 1. Foi autora durante seis anos das letras das canções dessa campanha solidária "Pirilampo Mágico", campanha que dura até hoje.
Em 1975 adaptou para o Português atual a obra PEREGRINAÇÃO de Fernão Mendes Pinto, (2 volumes, Edições Afrodite) sendo esta adaptação considerada a melhor adaptação desta obra, sendo estudada e editada também no Brasil, pela Editora Nova Fronteira.
Fez traduções, adaptações, dezenas de peças de teatro, para além de uma sólida obra de poesia adulta com 15 livros publicados, e que em breve será totalmente reeditada e organizada pela Porto Editora, com o título "POESIA COMPLETA".
Em 1986 recebeu o Grande Prémio Gulbenkian de Literatura para Crianças, "pelo conjunto da sua obra literária e a manutenção de um alto nível de qualidade".
Em 2010 foi agraciada com a Condecoração da Ordem de Mérito Civil no grau de Comendador.
É Mãe de Alberta Melo e Castro e de Eugénia Melo e Castro, avó de Mariana Melo e bisavó de Mia, com 9 anos.
Maria Alberta Menéres faleceu em Lisboa, a 15 de abril de 2019, com 88 anos de idade.
Ver Mais
António Torrado nasceu em Lisboa (1939), mas com raízes familiares na Beira Baixa. Poeta, ficcionista, dramaturgo, autor de obras de pedagogia e de investigação pediográfica, é por excelência um contador de histórias, estando muitos dos seus livros e contos traduzidos em várias línguas. Foi jornalista, editor, professor, produtor principal e chefe do Departamento de Programas Infantis da RTP. A sua bibliografia regista atualmente mais de 120 títulos, onde sobressai a produção literária para crianças, contemplada em 1988, com o Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças. Livros seus foram, em 1974 e 1996, incluídos na Lista de Honra do IBBY - Internacional Board on Books for Young People. Segundo o crítico e investigador José António Gomes, "Torrado impôs-se como uma das figuras de maior relevo da nossa literatura do pós-25 de abril e dificilmente se encontrará hoje um autor que, de forma tão equilibrada, saiba dosear em livro o humor, a crítica e os sinais de um profundo conhecimento do imaginário infantil."
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK