Momentos Estelares da Humanidade

Momentos Estelares da Humanidade (eBook)

Formatos disponíveis
9,99€I
-10%
COMPRAR
-10%
9,99€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IDisponibilidade Imediata
IEBOOK PARA WOOK READER

SINOPSE

«Um povo deve gerar milhões de homens antes de nascer um génio; é sempre preciso que milhões de horas inúteis se passem no mundo antes de surgir uma hora de real importância histórica. Por sua vez, cada um destes momentos marca um rumo durante décadas e séculos. [...] O que normalmente se desenrola devagar, de maneira sucessiva ou sincrónica, comprime-se num único instante que determina e decide tudo: um único sim, um único não, um gesto adiantado ou atrasado torna esta hora irrevogável para cem gerações e determina a vida de um indivíduo, de um povo, e até o destino da humanidade.
Tais horas de grande concentração dramática, portadoras do destino, onde uma decisão capital se condensa num único dia, numa só hora e, muitas vezes, num só minuto, são raras na vida de um indivíduo e são raras ao longo da História. Procuro aqui evocar, a partir das mais variadas épocas e regiões, alguns desses momentos estelares — chamei-lhes assim porque, resplandecentes e inalteráveis como estrelas, brilham para além da noite do efémero.»
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Momentos Estelares da Humanidade (eBook)
ISBN:978-972-37-2090-7
Edição/reimpressão:06-2019
Editor:Assírio & Alvim
Código:67815
Idioma:Português
Páginas:272
Tipo de Produto:eBook
Stefan Zweig nasceu a 28 de novembro de 1881 em Viena e é um dos mais importantes autores europeus da primeira metade do século XX. Dedicou-se a quase todas as atividades literárias: foi poeta, ensaísta, dramaturgo, novelista, contista, historiador e biógrafo. De ascendência judaica, empreendeu em 1934 um exílio voluntário da Áustria, então sob domínio do regime fascista de Dollfuss (austrofascismo), e viveu na Inglaterra, nos Estados Unidos da América e no Brasil, onde se viria a suicidar em 1942. Da sua extensa obra, destacam-se as novelas Amok (1922) e Confusão de Sentimentos (1927), a biografia Magalhães, o Homem e o seu Feito (1937), o ensaio Brasil, País do Futuro (1941) e a autobiografia O Mundo de Ontem (1942). A Novela de Xadrez foi a sua obra derradeira, concluída pouco antes do seu suicídio, a 22 de fevereiro de 1942.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK