O Anti-Édipo

O Anti-Édipo

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 978-972-37-0181-4
Edição/reimpressão: 06-2004
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78076
ver detalhes do produto
23,00€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
23,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Esgotado ou não disponível.
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Gilles Deleuze foi, com o livro Sade / Masoch, um autor inaugural da editora Assírio & Alvim. Em 1972 saía em França O Anti-Édipo, imediatamente transformado em livro de referência. Pouco depois seria apresentado em português com a tradução de Joana Varela e Manuel Maria Carrilho. Anos volvidos, depois da morte trágica de Deleuze e do triunfo do liberalismo capitalista, O Anti-Édipo readquire uma renovada importância com reedições em vários países.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Se acham que peceberam - parte I
Micael Sousa | 2019-03-22
Se acham que perceberam é melhor ler novamente, novamente e novamente. Se ficaram baralhados então estão no bom caminho para ver a utilidade desta obra filosófica incontornável.

DETALHES DO PRODUTO

O Anti-Édipo
ISBN: 978-972-37-0181-4
Edição/reimpressão: 06-2004
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78076
Idioma: Português
Dimensões: 159 x 220 x 33 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 432
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Psicanálise
Gilles Deleuze, proeminente filósofo francês, nasceu em 1925. Frequentou o Liceu Carnot, em Paris, e estudou filosofia na Universidade de Sorbonne entre 1944 e 1948. Foi na faculdade que conheceu, entre outras figuras, Michel Tournier e François Châtelet.
Lecionou Filosofia no ensino secundário até 1957, ano em que começou a ensinar história da Filosofia na Sorbonne. A partir de 1960, e durante quatro anos, foi investigador no Centre National de Recherche Scientifique (CNRS), tendo sido depois professor na Universidade de Lyon. Só em 1987 abandonou o ensino, depois de uma longa carreira como historiador de filosofia.
O seu primeiro livro, publicado quando Deleuze contava apenas 23 anos, intitulava-se "Empirismo e Filosofia". Em 1968, foi publicada a sua tese de doutoramento, "Expressionismo na Filosofia: Spinoza". Em 1987, Deleuze conheceu Féliz Guattari, com quem escreveu um conjunto de livros influentes, nomeadamente "Anti-Édipo — Capitalismo e Esquizofrenia" (1972). Durante os anos 80, Deleuze escreveu uma série de livros sobre cinema e pintura. O seu último livro, uma coleção de ensaios sobre literatura e algumas questões filosóficas, foi publicado em 1993.
Em 1995, Deleuze pôs termo à sua vida, atirando-se de uma janela do seu apartamento em Paris.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK