O Raio Sobre O Lápis

O Raio Sobre O Lápis

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 978-972-37-0973-5
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78117
ver detalhes do produto
12,20€ I
-10%
48H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
48H
EM
STOCK
12,20€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - envio até 48 horas

SINOPSE

Convivemos fraternalmente nesses dias, com serenidade e com paixão; o que nos confrangia foi levado pelo rafeiro brilhante e negro; nem sempre dar à luz é confortar os mortais, mas estas estrelas não têm ocupações semelhantes à nossas; por isso, lá voltámos em pensamento. E tu pensas: eu só posso suspeitar que as suas relações amistosas brilham; a veemência de um sentimento com nome verdadeiramente carnal, nasce no horizonte.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Uma viagem inquietante
Maria Lúcia Lemos | 2016-06-27
O pequeno livro «O Raio Sobre o Lápis», escrito por Maria Gabriela Llansol, em 1990 em Colares, e editado pela primeira vez em 1991 pelo Comissariado para a Europália, reúne 18 enigmáticos capítulos, acompanhados de um prólogo, de um epílogo e de um post-scriptum. O livro abre com oito desenhos de Julião Sarmento, ilustrando, talvez, «cena[s] fulgor» do texto: « só se pode abrir mão, quando os olhos já guardaram a imagem, e o seu poder de suavidade cintilante». Um copo, um falcão pousado num braço, a Ursa Maior, uma caveira num pinhal, um vestido entreaberto, uma mesa com duas cadeiras, a sombra de uma figura feminina sentada e, por último, uma bilha, são universos que preparam o leitor para uma fascinante viagem. São nomeados ou percorridos os seguintes lugares geográficos: Alpedrinha (infância), Ur (a leitura de Hölderlin), a serra de Ossa (o amante), Colares (as árvores abatidas) e a Praia das Maçãs (o mar, a areia, as gaivotas). São descritos e convocados espaços interiores (o escritório) e exteriores (o terraço, o pinhal) habitados por figuras predominantemente femininas (Christine, Myriam, a velha costureira, Bela, mas também o pai e o amigo-amante) e animais maioritariamente masculinos (o falcão Aramis, o sapo, os cães vento negro e aragem firme, mas também a cadela Isolda). A narradora, Ana, cita «Le Livre des Rêves», de Swedenborg, refere Hölderlin e fecha o «passeio» com um verso de Rilke. Um pequeno livro que provoca uma grande perturbação no leitor.

DETALHES DO PRODUTO

O Raio Sobre O Lápis
ISBN: 978-972-37-0973-5
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78117
Idioma: Português
Dimensões: 120 x 170 x 6 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 80
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Livros > Literatura > Romance
Maria Gabriela Llansol nasceu em Lisboa em 1931. É apontada por muitos como um dos nomes mais inovadores e importantes da ficção portuguesa contemporânea. Levando às últimas consequências a criação de um universo pessoal que desde os anos 60 não tem paralelo na literatura portuguesa, a obra de Maria Gabriela Llansol estilhaça as fronteiras entre o que designamos por ficção, diário, poesia, ensaio ou memórias. Faleceu em 2008.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK