Prima Contradição

Formatos disponíveis
22,20€ I
19,98€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
22,20€ I
19,98€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO IMEDIATO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Este livro inédito de Júlio Pomar mostra-nos o fulguroso saber poético de um dos mais importantes pintores portugueses, autor de dois livros de poemas. «[Júlio Pomar,] nos últimos anos de vida, dedicou-se à realização de uma terceira obra poética, que nunca recebeu versão definitiva. Deixou-nos, assim, um espólio de milhares de poemas, alguns concebidos como letras de fados (e destes, vários já musicados), muitos aparentemente inacabados, ou constando de variações sobre o mesmo tema, sem indicação de preferência entre variantes», esclarecem-nos os organizadores do volume, José Alberto Oliveira e José António Oliveira.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Prima Contradição
ISBN: 978-972-37-2345-8
Edição/reimpressão: 11-2023
Editor: Assírio & Alvim
Código: 79559
Idioma: Português
Dimensões: 145 x 205 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 304
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Poesia

sobre Júlio Pomar

Júlio Pomar (Lisboa, 10 de janeiro de 1926 — Lisboa, 22 de maio de 2018). Frequentou a Escola de Arte Aplicada António Arroio e a Escola de Belas-Artes do Porto. Lá, integrou um movimento que se autointitulava «Os Convencidos da Morte» e organizou a primeira Exposição da Primavera, no Ateneu Comercial, com a participação de artistas antifascistas. Em 1950, realizou em Lisboa uma exposição individual na Sociedade Nacional de Belas Artes, onde apresentou obras marcantes da pintura portuguesa. Até 1975, o seu trabalho incide principalmente no retrato, com recurso ao desenho e à pintura. Substituiu o óleo pelo acrílico. Tem uma Fundação com o seu nome.
Ver Mais