Primeiros Poemas - As Mãos e os Frutos - Os Amantes sem Dinheiro (eBook)

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Formatos disponíveis
8,99€ I
-10%
COMPRAR
-10%
8,99€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Disponibilidade Imediata

SINOPSE

Este livro marca o início da coleção Obras de Eugénio de Andrade no catálogo da Assírio & Alvim. A obra do autor inicia-se em 1942 com «Adolescente», livro que acaba por renegar, tal como «Pureza», de 1945. Desses dois livros faz mais tarde uma breve seleção intitulada «Primeiros Poemas», que integra a presente edição.
«As Mãos e os Frutos» é publicado em 1948 tendo merecido críticas elogiosas de Vitorino Nemésio, Jorge de Sena e Eduardo Lourenço, entre outros. Dois anos mais tarde, Eugénio publica «Os Amantes sem Dinheiro», um livro notável e central na sua obra poética. Nas palavras de Gastão Cruz, no seu prefácio, «A poesia de Eugénio de Andrade criou, para dele falar, uma linguagem que é, simultaneamente, simples e espessa, eufórica e trágica, direta e metafórica. A sábia dosagem destes elementos afastou-a completamente dos perigos de uma aproximação excessiva do real prosaico e vulgar que tem inquinado tanta pretensa poesia, dita do quotidiano e "da experiência", e avessa à metáfora.»
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Imprescindível
Tiago Silva | 2020-01-27
Obra imprescindível de um grande poeta português.
Viagem
José Neves | 2018-12-31
O que dizer desta obra de Eugénio de Andrade, nada que os seus leitores não saibam. Dizer, unicamente, que este livro é muito bom, porventura é muito pouco para caracterizá-lo. Mas, sinceramente, a viagem pela sua leitura é excelente e recomendável.

DETALHES DO PRODUTO

Primeiros Poemas - As Mãos e os Frutos - Os Amantes sem Dinheiro (eBook)
ISBN: 978-972-37-1662-7
Edição/reimpressão: 11-2012
Editor: Assírio & Alvim
Código: 68226
Idioma: Português
Páginas: 112
Tipo de Produto: eBook
Classificação Temática: eBooks > eBooks em Português > Literatura > Poesia
Eugénio de Andrade, pseudónimo de José Fontinhas, nasceu a 19 de janeiro de 1923 no Fundão. Manteve sempre uma postura de independência relativamente aos vários movimentos literários com que a sua obra coexistiu ao longo de mais de cinquenta anos de atividade poética. Revelou-se em 1948, com As Mãos e os Frutos, a que se seguiria, em 1950, Os Amantes sem Dinheiro. Os seus livros foram traduzidos em muitos países e ao longo da sua vida foi distinguido com inúmeros prémios, entre eles o Prémio Camões, em 2001. Morreu a 13 de junho de 2005 no Porto, cidade que o acolheu mais de metade da sua vida.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK