2019-04-08

A estreia de Gonçalo Fernandes

Giz Preto é o seu primeiro livro de poesia

Partilhar:

A 11 de abril a Assírio & Alvim dá-nos a conhecer uma nova voz da poesia contemporânea portuguesa com a publicação de Giz Preto, obra de estreia de Gonçalo Fernandes. Uma visão desconcertante e comovente do mundo, numa poesia em constante diálogo com a arte, a filosofia e com outros poetas.

BALADA DO ANCIÃO Tenho vinte mil anos de idade
já não sou nenhuma criança

Se me procuras e já perdeste a esperança
segue essas longas barbas ferrugentas
que se arrastam pelas ruas da cidade

estou no fim

Quando finalmente me vieres encontrar
muito depois das vinte mil estrelas
diz-me então as palavras mágicas

há vinte mil anos que morro de não sabê-las

O AUTOR

Gonçalo Fernandes nasce em 1980, em Lisboa. Ao longo da maioridade vai frequentando áreas diversas, como a engenharia civil, o comércio livreiro, a música ou a matemática. Giz Preto é o seu primeiro livro.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK