2020-06-22

Fernando Pessoa analisa O Caso Mental Português

Assírio & Alvim publica livro que inclui dois textos até agora absolutamente inéditos

Partilhar:

O Caso Mental Português é o título de um ensaio, publicado em 1932, que analisa o fenómeno do provincianismo como uma peculiaridade da mentalidade portuguesa. Mas o «caso» dos portugueses vai surgindo nas reflexões de Fernando Pessoa ao longo da sua vida de escritor. Este livro — com edição de Fernando Cabral Martins e Richard Zenith — reúne textos de Pessoa, dois dos quais inéditos, que se debruçam sobre variados aspetos do carácter português: o provincianismo, a falta de cultura enraizada, o excesso de imaginação, a incapacidade de iniciativa e a ausência de civismo, mas também o cosmopolitismo, a adaptabilidade instintiva. O todo constitui um acutilante e decerto discutível retrato da personalidade nacional nos tempos de Pessoa, talvez válido ainda nos dias de hoje.

 

O livro estará disponível nas livrarias a 25 de junho.

 

A 7 de julho, a partir das 19:00, decorre o lançamento online da obra, no Facebook da Assírio & Alvim, num live streaming protagonizado por Fernando Cabral Martins e Richard Zenith, editores da obra, e Vasco David, editor da Assírio & Alvim.

 

Fernando Pessoa nasceu em Lisboa a 13 de junho de 1888. Em vida apenas publicou uma ínfima parte da sua vasta obra. O trabalho em redor da famosa arca pessoana continua, ainda hoje, a mostrar ao público novos inéditos, alguns deles a revelar em livros futuros da coleção Pessoa breve. É, a par de Camões, o maior ícone da literatura portuguesa, estando traduzido em dezenas de línguas, do espanhol ao inglês, do russo ao japonês. Faleceu a 30 de novembro de 1935, na mesma cidade que o viu nascer.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK