A Felicidade da Luz

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Formatos disponíveis
12,20€ I
-10%
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
12,20€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK

SINOPSE

Como nos diz Pedro Mexia, no prefácio a este livro, «O mundo que habitamos conhece duas leis: a "bondade inicial" e a "final rejeição". E se o poeta defende "o protesto acima da resignação", a verdade é que o protesto, forma de incredulidade, vai enfraquecendo, enquanto a resignação se vivifica através do amor. E nomeadamente através dos lugares do amor que sempre motivaram a poesia de António Osório: a natureza, as artes, a família, a gratidão. A mulher do poeta já não está com ele, mas continuam as flores que plantou, que deixou. Continua a felicidade da pintura, que preserva viva a figura dos mortos. Continuam os filhos, a quem Osório dedicou odes, elogios, livros inteiros, e os filhos desses filhos, e os netos dos filhos, como a bisneta que representa nestes poemas uma ternura comovida. E continua a poesia, espécie de adágio tumular greco-romano ou de aforismo mágico, dique contra o tempo, pequena consolação daqueles que tentam fazer dos versos "água bastante, perdurável".»
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

“A luz é feliz”
Sofia Micalli | 2018-10-29
Pequeno livro com 21 poemas algo melancólicos, dedicado à sua mulher e companheira de vida. Poemas delicados que são como que um momento íntimo. “Volta, volta Logo que possas. E que o Sol, Abençoe as tuas raízes” Homenagem bela em forma de poema.

DETALHES DO PRODUTO

A Felicidade da Luz
ISBN: 978-972-37-1935-2
Edição/reimpressão: 11-2016
Editor: Assírio & Alvim
Código: 79461
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 205 x 8 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 72
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Poesia
Nasceu em Setúbal em 1933, filho de pai português e mãe italiana. Poeta e ensaísta é licenciado em Direito, exercendo atividade como advogado em Lisboa. Foi bastonário da Ordem dos Advogados e presidente da Associação Portuguesa para o Direito do Ambiente. Pertence, desde 1999, à Academia de Ciências de Lisboa, secção de Letras. Tem sido unanimemente considerado pela crítica como uma das vozes mais consistentes da poesia portuguesa contemporânea.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK