Noites na Granja ao pé de Dikanka

Noites na Granja ao pé de Dikanka

ISBN: 978-972-37-0938-4
Edição/reimpressão: 04-2004
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78089
ver detalhes do produto
20,00€ I
16,00€ I
-20%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-20%
48H
PORTES
GRÁTIS
20,00€ I
16,00€ I
COMPRAR
I 20% DE DESCONTO IMEDIATO
I Envio até 48 horas
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

«Noites na Granja ao Pé de Dikanka» (contos inspirados no folclore ucraniano) é a obra da verdadeira estreia literária do jovem Nikolai Gógol (1809-1852). Não fora o génio inato e o primordial realismo (com fundo de humor) que comandam tudo o que Nikolai Gógol escreve, e estas «Noites na Granja ao Pé de Dikanka» não passariam de mais uma descrição, ao jeito do romantismo clássico alemão (e já russo), de um paraíso étnico e folclórico idealizado pelo menino rico e «provinciano» que subiu à capital em busca de carreira e de êxito.
Com efeito, o jovem Gógol, quando escreveu as «Noites na Granja ao Pé de Dikanka», já vivia em Petersburgo, já estava inserido no ambiente da elite cultural russa e, logo, já estava na posse dos termos de comparação que irão condicionar a sua visão e da mitologia rurai! s, que lhe darão a consciência viva do fosso entre a cidade castradora e estéril e o campo alegadamente libertador e fecundo, entre a província menorizada e esquecida e o centro desmedidamente sobrevalorizado pelos provincianos, entre as «nações» do vasto império e o centro imperial. «Noites na Granja ao Pé de Dikanka», pelo seu «realismo mágico» avant la lettre; pelo fantástico levado à sua condição humana e terrena, a ponto de se tornar verosímil; pelo humor; pelos achados literários e pelo inesperado da sua escrita e composição já é Gógol de corpo inteiro.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Noites na Granja ao pé de Dikanka
ISBN: 978-972-37-0938-4
Edição/reimpressão: 04-2004
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78089
Idioma: Português
Dimensões: 136 x 210 x 20 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 304
Tipo de Produto: Livro
Nikolai Gógol, autor clássico da literatura russa, nasceu a 20 de março de 1809 (1 de abril pelo nosso calendário gregoriano) na província de Poltava (Ucrânia), no seio de uma família de médios proprietários rurais (1200 hectares e 200 servos da gleba). Partiu jovem para Petersburgo, onde começou por ocupar sucessivos empregos em ministérios, foi professor, ao mesmo tempo que ia escrevendo e publicando em revistas. Passou grande parte da sua vida em viagens pelo estrangeiro e pela Rússia.
Das suas obras destacam-se as coletâneas de contos Noites na Granja ao Pé de Dikanka (1831-32), Mírgorod (1835), os Contos de São Petersburgo («Avenida Névski» [1834], «Diário de um Louco» [1834], «O Nariz» [1836], «O Retrato» [1841] «O Capote» [1841], e «A Caleche» [1836]) e as peças de teatro O Inspector (1836) e O Casamento (1842). O romance Almas Mortas, do qual só o primeiro tomo ficou completo, foi publicado em 1842.
Depois de uma lenta agonia, Nikolai Gógol morreu de doença nervosa e desespero espiritual a 21 de fevereiro (4 de março pelo nosso calendário) de 1852.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK