O Gosto Solitário do Orvalho

O Gosto Solitário do Orvalho

ISBN:978-972-37-0824-0
Edição/reimpressão:04-2003
Editor:Assírio & Alvim
Código:78506
ver detalhes do produto
12,00€
9,60€
-20%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-20%
PORTES
GRÁTIS
12,00€
9,60€
COMPRAR
I20% DE DESCONTO IMEDIATO
IEsgotado ou não disponível.
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Matsuo Bashô (Japão, 1644-1694), "o eterno vagabundo" - assim lhe chama Jorge Sousa Braga, autor destas versões portuguesas de "O Gosto Solitário do Orvalho", um volume de haikus, e "O Caminho Estreito", um diário de viagem.
Como diz Eugénio de Andrade ("Rosto Precário"), Bashô, "com um cânone de apenas dezassete sílabas, fez uma das mais esplêndidas poesias de que há memória." O haiku (JSB) é "um momento único na eternidade: não se repete, nem se desvanece nunca". Bashô é um dos seus maiores executores. Vejam-se dois, de entre muitos:

Uma rã mergulha
no velho tanque...
o ruído da água

Preso na cascata
um instante:
o verão
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

O Gosto Solitário do Orvalho
ISBN:978-972-37-0824-0
Edição/reimpressão:04-2003
Editor:Assírio & Alvim
Código:78506
Idioma:Português
Dimensões:144 x 203 x 23 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:120
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Poesia
Poeta e viajante, Matsuo Bashô nasceu em 1644, na pequena aldeia de Ueno, e morreu a 28 de novembro de 1694. De acordo com a sua última vontade, foi sepultado nos terrenos do mosteiro de Gichu-Ji, nas margens do Lago Biwa, perto de Zeze. Sobre a sua sepultura foi plantada uma bananeira. É considerado o poeta nacional do Japão.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK