Origem do Drama Trágico Alemão

Origem do Drama Trágico Alemão

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN:978-972-37-0971-1
Edição/reimpressão:04-2004
Editor:Assírio & Alvim
Código:78112
ver detalhes do produto
25,00€
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
25,00€
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

A presente edição vem preencher uma imensa lacuna na literatura filosófica em Portugal. De facto, não se pode dizer que Walter Benjamin, um autor cuja obra teve uma difusão e recepção muito alargadas, a partir de finais da década de sessenta, por toda a Europa, nos Estados Unidos e, mais tarde, também no Brasil, alguma vez tenha tido uma presença significativa em Portugal, pelo menos no que se refere à edição dos seus textos fundamentais. Uma rápida consulta à bibliografia organizada por Momme Brodersen («Walter Benjamin. Eine kommentierte Bibliographie.» Morsum / Sylt, Cicero Presse, 1995) é elucidativa da quase ausência de textos de Benjamin traduzidos do original e editados em livro antes da década de noventa. Se é certo que o primeiro texto de Benjamin traduzido por um português (mas não editado em Portugal, na medida em que aparece na revista «Hu! mboldt», na altura com redacção em Hamburgo e publicada em alemão, castelhano e português) é já de 1963 - trata-se de «A tarefa do tradutor», numa versão de Fernando Camacho que traz claras marcas das dificuldades que o tradutor teve em compreender e passar para português esse ensaio-chave da metafísica da tradução no século XX -, o facto é que Walter Benjamin só surge em edições autónomas, também elas muito problemáticas, na década de noventa (nomeadamente com os volumes, híbridos e desfigurados na tradução, «Rua de Sentido Único» e «Infância em Berlim por Volta de 1900 e Sobre Arte, Técnica, Linguagem e Política», ambos de 1992). De permeio, apenas alguns ensaios e pequenos textos soltos, raramente traduzidos do original. Uma situação editorial paupérrima e catastrófica! , se exceptuarmos dois títulos que documentam a produção literária, mas não filosófica, de Walter Benjamin: as «Histórias e Contos», com tradução de Telma Costa (1992) e os «Sonetos», na versão de Vasco Graça Moura (1999). (João Barrento)
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

A origem
Ricardo Pereira Reis |2019-04-14
Esta obra de Walter Benjamin é essencial para compreendermos o seu pensamento e o pensamento de muitos pensadores do século XX. É como um nó da madeira numa tábua para convergem todo o pensamento anterior e a partir do qual divergem todas as visões do mundo posterior. Um livro difícil, com tendências místicas, mas exemplar da complexidade da visão benjaminiana. Essencial.

DETALHES DO PRODUTO

Origem do Drama Trágico Alemão
ISBN:978-972-37-0971-1
Edição/reimpressão:04-2004
Editor:Assírio & Alvim
Código:78112
Idioma:Português
Dimensões:146 x 209 x 24 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:368
Tipo de Produto:Livro
Walter Benjamin nasceu em Berlim em 1892, no seio de uma família judaica. Estudou Filosofia em Berlim, Munique e Freiburg e doutorou-se em Berna (Suíça) no ano de 1919, com a tese A Crítica de Arte no Romantismo Alemão. A ascensão de Hitler e do nazismo obrigaram-no a fugir de Berlim, em 1933. Residiu sobretudo em Paris, com passagens por Itália e por Espanha. O medo de ser entregue à Gestapo e as dificuldades em passar a fronteira entre França e Espanha conduziram-no ao suicídio em 1940. Como legado deixou-nos uma obra filosófica de uma impressionante atualidade, onde se cruzam os assuntos que tentava compreender e estudar: História, Modernidade, Arte, Tecnologia, literatura dos séculos XIX e XX e a ascensão da cultura de massas, assim como numerosas traduções e análises literárias a Baudelaire, Brecht, Hölderlin, Kafka e Proust.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK