Poemas em Prosa (eBook)

Formatos disponíveis
6,99€ I
-10%
COMPRAR
-10%
6,99€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Disponibilidade Imediata

SINOPSE

Os textos que aqui se traduzem configuram a primeira parte de Divagações, livro publicado em 1897. Nestes escritos a que o autor gostava de chamar «poemas críticos», ou «anedotas», a linguagem, ritmo e prosódia de cada palavra comunicam entre si. Partindo da narração de episódios tão poéticos quanto prosaicos – um passeio de coche em direcção a uma feira, o som de uma palavra e suas sombrias analogias –, Mallarmé, nunca nomeando directamente o objecto da sua reflexão, mas aludindo aos seus matizes e atmosfera, coloca o papel activo de decifrar as imagens de cada historieta no próprio leitor. Caberá a ele fruir das longas frases que invertem a sua ordem natural e se desdobram numa lógica sinuosa, absorvendo lentamente a música e o sentido desta poesia.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Poemas em Prosa (eBook)
ISBN: 978-972-37-2216-1
Edição/reimpressão: 02-2022
Editor: Assírio & Alvim
Código: 67345
Coleção: Gato Maltês
Idioma: Português
Páginas: 64
Tipo de Produto: eBook
Classificação Temática: eBooks > eBooks em Português > Literatura > Poesia
Poeta francês e figura cimeira da modernidade poética, Stéphane Mallarmé nasceu a 18 de março de 1842 em Paris e morreu em Valvins a 9 de setembro de 1898. Mallarmé forma, juntamente com Verlaine e Rimbaud, o núcleo do movimento simbolista francês. O seu estilo fin-de-siècle antecipa muitos dos desenvolvimentos que viriam a surgir com o Dadaísmo, o Surrealismo e o Futurismo, como a fusão entre arte e poesia, os jogos de signos e a tensão entre palavras e imagens, estando também, por isso, entre os precursores da poesia concreta ao lado de Guillaume Apollinaire e Ezra Pound.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK