Quatro Luas

Quatro Luas

ISBN: 978-972-37-1098-4
Edição/reimpressão: 05-2006
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78618
ver detalhes do produto
12,00€ I
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
24H
EM
STOCK
12,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - Envio 24H

SINOPSE

Nova colectanea de poemas de um dos mais conceituados poetas portugueses contemporaneos.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

"Tempo de balanços e litanias, sujeitos aos 'climas da alma', à geografia da perda. Depois das intensas despedidas do seu anterior livro, Esta Voz É Quase o Vento, o poeta perfaz uma caminhada sobre cinzas, a vida somada em 30 anos de produção lírica. Os ciclos lunares ditam a estrutura do volume e servem de bússola às ausências, aos portos onde os amantes já não se despedem, à 'melancolia que habita o outro lado das palavras'. O astro nocturno testemunha a transformação do escritor num ilhéu solitário: 'Lua: espelho de outros mares, espelho de fora e de dentro onde sempre me procurei, em tavira, madrid, granada, faial e porto da cruz, buenos aires e alexandria'."
Visão

DETALHES DO PRODUTO

Quatro Luas
ISBN: 978-972-37-1098-4
Edição/reimpressão: 05-2006
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78618
Idioma: Português
Dimensões: 147 x 205 x 10 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 128
Tipo de Produto: Livro
José Agostinho Baptista (Funchal, Madeira, 15 de agosto de 1948) é um poeta português contemporâneo. Foi assíduo colaborador da imprensa escrita, particularmente no Comércio do Funchal e mais tarde em A República e no Diário de Lisboa, cujo suplemento «O Juvenil» o deu a conhecer como poeta. Desde então e ao longo dos livros entretanto publicados, a sua poesia tem sido reconhecida como uma das mais originais e importantes da atualidade em língua portuguesa, como bem assinalaram os estudos que lhe foram dedicados em Portugal, Espanha, França e Itália. Simultaneamente, José Agostinho Baptista tem vindo a traduzir para português autores como Walt Whitman, W.B. Yeats, Tennessee Williams, Paul Bowles, Rabindranath Tagore, Sergio Pitol, David Malouf, Malcolm Lowry e Enrique Vila-Matas, entre outros. Foi condecorado pelo Presidente da República com as insígnias de Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique, a 1 de julho de 2001, e pelo Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, com a Medalha de Distinção, a 1 de julho de 2015.
Grande parte da sua obra foi publicada na Assírio & Alvim: Deste lado Onde (1976), O Último Romântico (1981), Morrer no Sul (1983), Auto-retrato (1986), O Centro do Universo (1989), Paixão e Cinzas (1992), Canções da Terra Distante (1994), Agora e na Hora da Nossa Morte (1998), Biografia (2000), Afectos (2002), Anjos Caídos (2003), Esta Voz é Quase o Vento (2004), Quatro Luas (2006), Além-Mar, áudio-livro (2007), Filho Pródigo (2008), O Pai, a Mãe e o Silêncio dos Irmãos (2009), Caminharei pelo Vale da Sombra (2011).
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK