Registo Civil - poesia reunida

Registo Civil - poesia reunida

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
ISBN: 978-972-37-1443-2
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78942
ver detalhes do produto
25,00€ I
-10%
48H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
48H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
25,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - envio até 48 horas
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Registo Civil reúne a obra poética de Carlos AlbertoMachado.Mais conhecido como dramaturgo, foi a partir do ano 2000 que se revelou como um dos mais inovadores e surpreendentes poetas portugueses surgidos no século XXI, agora com a sua obra poética completa publicada na Assírio & Alvim, para gáudio dos seus leitores. «Cultivamos as flores dos feijões despejados à toa no monte de lixo do nosso terreno de brincadeiras onde inventamos todos os dias o nosso reino baldio. No Inverno as chuvas queimam os rebentos as raízes apodrecem sob os detritos e a Primavera esconde de nós todos os anos a morte que vem.»
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Registo Civil
Conceição | 2018-02-04
Desconhecia a faceta poética deste dramaturgo mas foi uma excelente descoberta a forma inovadora como controi a sua poesia. Adorei.

DETALHES DO PRODUTO

Registo Civil - poesia reunida
ISBN: 978-972-37-1443-2
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78942
Idioma: Português
Dimensões: 142 x 203 x 23 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 368
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Livros > Literatura > Poesia
Carlos Alberto Machado, escritor nascido em Lisboa (1954) e radicado nos Açores desde 2005, tem uma obra reconhecida nas áreas do ensaio, (antropologia e sociologia da cultura), história do teatro português, teatro e poesia, com obras publicadas em editoras de prestígio.
É Licenciado em Antropologia e Mestre em Sociologia da Comunicação e Cultura.
Integrou Poetas sem Qualidades (Averno, 2002, direcção de Manuel de Freitas).
Tem poesia traduzida em castelhano e francês. Criou a revista Magma (2005-2009, co-direção com Sara Santos). Dirigiu, com Urbano Bettencourt, a Biblioteca Açoriana.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK