Talismã

Talismã

ISBN: 978-972-37-0965-0
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78107
ver detalhes do produto
12,20€ I
-10%
48H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
48H
EM
STOCK
12,20€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Em stock - envio até 48 horas

SINOPSE

Este é o quinto livro de poemas do autor e o primeiro na Assírio & Alvim.

«Ofereces-me uma pedra negra mágica que trazes do norte / e as minhas palavras e as minhas mãos detêm-se sem saber / por quanto tempo irão ficar na soleira da noite e do dia / tacteamos os corpos em busca de memórias adormecidas / ocultas por sucessivas camadas de palavras por dizer / deslizamos para o chão sem resposta e o fumo sobe / equilibra-se em nuvem sobre as nossas cabeças e evola-se / em direcção a uma lua vermelha momentaneamente apagada/ ao som do bob marley fazes as malas e partes e eu fico / a arrumar as minhas mãos e as palavras atrapalhadas / no fumo desorientado pela ausência de um ponto cardeal / junto cuidadosamente os teus cabelos rubros perdidos / entranço uma bola de fogo e guardo-a na memória / acendo uma dúzia de paus de incenso e imagino uma igreja / de adoradores do silêncio que e! scorre por entre as preces / a tua pedra negra regressa à minha mão fechada / e ilumina como um sol a minha noite em claro / virás por uma palavra?»

Uma demanda de corpos e palavras. Porque «é difícil dizer o que os corpos sentem quando se dão». Sem «instruções de montagem.»

Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Talismã
ISBN: 978-972-37-0965-0
Edição/reimpressão: 09-2011
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78107
Idioma: Português
Dimensões: 144 x 205 x 4 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 48
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Livros > Literatura > Poesia
Carlos Alberto Machado, escritor nascido em Lisboa (1954) e radicado nos Açores desde 2005, tem uma obra reconhecida nas áreas do ensaio, (antropologia e sociologia da cultura), história do teatro português, teatro e poesia, com obras publicadas em editoras de prestígio.
É Licenciado em Antropologia e Mestre em Sociologia da Comunicação e Cultura.
Integrou Poetas sem Qualidades (Averno, 2002, direcção de Manuel de Freitas).
Tem poesia traduzida em castelhano e francês. Criou a revista Magma (2005-2009, co-direção com Sara Santos). Dirigiu, com Urbano Bettencourt, a Biblioteca Açoriana.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK