Seria Sempre Tarde

Seria Sempre Tarde

Formatos disponíveis
14,40€I
12,96€I
-10%
24H
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
EM
STOCK
14,40€I
12,96€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H

SINOPSE

Seria sempre tarde apresenta-nos um olhar nostálgico sobre cidades e aldeias que a memória preservou, povoadas de alegria e inocência, mas também de fantasmas e desolação.

[…] e entrávamos em minas de água
destemidos
sabendo que animais ocasionais
as habitavam longos invernos
e que devoravam os outros bichos
que inadvertidamente
lá iam pernoitar ao abrigo dos homens
todos eles nos habitam esses lugares brumosos
e jurámos guardá-los na memória até à morte
mas sobretudo os atalhos por onde às cegas
íamos a esses sítios desafiar
todos os prazeres e perigos
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Seria Sempre Tarde
ISBN:978-972-37-2097-6
Edição/reimpressão:08-2019
Editor:Assírio & Alvim
Código:79185
Idioma:Português
Dimensões:145 x 205 x 14 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:184
Tipo de Produto:Livro
Fez o doutoramento no Departamento de Filosofia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e o Mestrado em História Cultural e Política na mesma Universidade. Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa e em Engenharia Mecânica pelo Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa. Professor Associado, desde 2012, na Faculdade de Direito da Universidade de Macau. Desde 2003, Professor Assistente na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Professor também na Universidade de Aix-Marseille. Escreveu diversos artigos sobre História, História das Ideias, Filosofia e Literatura em jornais e revistas de especialidade e é autor dos livros Introdução ao pensamento social francês do século XVIII, U.T.A.D, Vila Real (1987), A ideia de felicidade em Portugal no século XVIII, entre as luzes e o romantismo. Eticidade, moralidade e transcendência (2008). Tradutor de poesia e poeta, publicou Caligrafia imperial e dias duvidosos, Assírio & Alvim, Lisboa (2007); Os últimos lugares, Assírio & Alvim (2004), Os limites da obscuridade, Caminho (1990), O roubo da fala, Ágora (1981). Colabora com a Biblioteca Pública de Macau desde 2014.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK