Vencer os Medos

Vencer os Medos

Objectivos do Milénio

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
ISBN: 978-972-37-1314-5
Edição/reimpressão: 04-2008
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78803
ver detalhes do produto
8,00€ I
-10%
COMPRAR
-10%
8,00€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I dias

SINOPSE

Vencer os Medos é uma história em banda desenhada, contada por muitas vozes: escrita por João Paulo Cotrim, é ilustrada por João Fazenda, Susa Monteiro, Maria João Worm, Pedro Burgos, Tiago Albuquerque, Miguel Rocha, Rui Lacas e Alex Gozblau. Maria é a protagonista. Ela, uma bicicleta e a música. Esta personagem atravessa as ruas e o mundo, para descobrir os grandes problemas com que nos deparamos actualmente: desigualdades, epidemias, doenças contagiosas, fome, guerra... Mas Maria também descobre que é possível ultrapassar as crises; antes de mais, é preciso fazer uma lista dos medos e vencê-los.
Vencer os Medos procura dar-nos conta dos oito Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, que a Organização das Nações Unidas traçou, e que esperava ver cumpridos até 2015:
- Erradicar a pobreza extrema e a fome;
- Alcançar o ensino primário universal;
- Promover a igualdade entre os géneros;
- Reduzir a mortalidade infantil;
- Melhorar a saúde materna;
- Combater o VIH/SIDA, a malária e outras doenças;
- Garantir a sustentabilidade ambiental;
- Fortalecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.
Ou seja, ao invés de adoptar o tradicional discurso derrotista, é preciso trabalhar e, confrontando-nos com as crises existentes, começar a trilhar o caminho para as resolver.

Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

... ou tentar...
João R. Marques | 2021-06-08
Uma bonita e simples história, de João Paulo Cotrim, narrada visualmente, a várias "vozes". A multiplicidade de estilos e cunhos pessoais de todos estes autores não só serve como enriquece a narrativa escrita. Gostei imenso das "parcerias improváveis": alguns autores que não esperava encontrar, no mesmo livro.
Um livro original, para leitores de todas as idades
Teresa Fastudo | 2018-08-12
A participação de vários ilustradores enriquece este projeto, já de si louvável pelos objetivos inerentes: num mundo cada vez mais globalizado, é necessário valorizar a vida humana, é necessário alimentar a empatia, é necessário agir para mudar. Para que os medos sejam algo que conseguimos enfrentar e ultrapassar.

DETALHES DO PRODUTO

Vencer os Medos
ISBN: 978-972-37-1314-5
Edição/reimpressão: 04-2008
Editor: Assírio & Alvim
Código: 78803
Idioma: Português
Dimensões: 170 x 240 x 7 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 64
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Banda Desenhada > Outros

sobre os autores

João Paulo Cotrim (Lisboa, 13 de março de 1965 - 26 de dezembro de 2021) foi um jornalista, escritor e editor português. Foi o fundador da Abysmo.
A escrita estava-lhe no sangue: guionista para filmes de animação (Fado do Homem Crescido, com Pedro Brito, ou Sem Querer, com João Fazenda, entre outros), escreveu também novelas gráficas (Salazar – Agora, na Hora da Sua Morte), ficção (O Branco das Sombras Chinesas, com António Cabrita), ensaios (Stuart – A Rua e o Riso ou El Alma de Almada El Ímpar – Obra Gráfica 1926-1931), aforismos (A Minha Gata) e poesia (Má Raça, com Alex Gozblau), além de histórias para as mais disparatadas infâncias (por exemplo, Querer Muito, com André da Loba).
Dirigiu desde a sua abertura, em 1996, e até 2002, a Bedeteca de Lisboa, tendo organizado um sem-número de edições, iniciativas e exposições (por exemplo, Jogo da Glória – O Século XX Malvisto pelo Desenho de Humor). Assinava, no Hoje Macau, a crónica semanal Diário de um Editor.
Ver Mais
Tem-se dedicado à Banda Desenhada e à ilustração desde 1988. Finalista do Curso de Pintura da Faculdade de Belas Artes de Lisboa em 1996, teve ainda formação em pintura no Ar.Co, onde é professora de ilustração desde 2007.
Participou em várias exposições coletivas de BD e ilustração, como o Salão da Amadora e o de Lisboa, e ainda em exposições de pintura e gravura.
Colaborou em revistas como a Lx Comix, mas é na ilustração de livros que mais recentemente se tem distinguido. Os Animais Domésticos, livro com que foi distinguida com o Prémio Nacional de Ilustração 2011, foi imediatamente elogiado pela crítica, que viu nele um cruzamento de «muitas fronteiras, de livro de artista a livro ilustrado infantil, de exercício plástico a mais um bloco na operação contínua da obra de Maria João Worm» (Pedro Moura, blogue Ler BD).
Ver Mais
Susa Monteiro nasceu em 1979, em Beja. Estudou Realização Plástica do Espetáculo e Cinema de Animação, tendo trabalhado em teatro e cinema até 2005. Desde então, passou a dedicar-se exclusivamente à ilustração e à banda desenhada. Tem ilustrado para livros, cartazes e vários jornais e revistas portugueses, e expõe individual e coletivamente, um pouco por todo o lado. É autora do livro Beja, da coleção A Minha Cidade, e das ilustrações de Azeredo Perdigão. Um Encontro Feliz, da coleção Grandes Vidas Portuguesas, uma coedição Pato Lógico/Imprensa Nacional.
Ver Mais
Alex Gozblau nasceu em 1971, em Itália.
Atualmente trabalha como autor, ilustrador e designer gráfico em Barcelona. Fez ilustrações para vários propósitos: imprensa, livros, banda desenhada, cinema de animação, publicidade, cartazes, capas, argumento, teatro, rádio e design gráfico. Um punhado de acasos felizes, alguns prémios, muitos arrependimentos. É assim desde 1997.
Colaborou com revistas e jornais portugueses como Diário de Notícias, Expresso, Jornal de Negócios, Sábado, Ler, Público, Visão e O Independente. Está publicado pela Abysmo, Assírio & Alvim, Algfaguara, Caminho, Gailivro, Meos Darte, Texto Editora, Gailivro, Pato Lógico, Santillana e Tuagaland. Em 2009, ganhou o Prémio Stuart pela melhor ilustração da Imprensa Portuguesa.
Alex Gozblau ilustrou o título Aristides de Sousa Mendes. Um Homem de Coragem, da coleção Grandes Vidas Portuguesas, uma coedição entre o Pato Lógico e a Imprensa Nacional.
Ver Mais
João Fazenda, nascido em 1979, divide a sua obra entre o desenho, a animação, e a banda-desenhada. Desde cedo que começou a colaborar em fanzines de BD, e no secundário publicou o seu primeiro livro, entre as aulas e a banda de rock. Estudou Design Gráfico e formou-se na Faculdade de Belas-Artes de Lisboa. Colabora regularmente com a imprensa nacional e estrangeira, desde o Público e da Visão, ao The New Yorker ou ao The New York Times. Venceu o Prémio Nacional de Ilustração 2015 e o World Illustration Awards (no mesmo ano), na categoria de livros. Mas afirmou-se inicialmente na BD com Tu És a Mulher da Minha Vida, Ela é a Mulher dos Meus Sonhos, vencedor dos prémios Melhor Álbum Português e Prémio do Público em 2001 no Amadora BD, e Livro do Ano 2000 em BD pelo Diário de Notícias, que o confirmou como um nome maior da BD nacional.
Ver Mais
É, atualmente, Professor Associado no Departamento de Informática da Universidade do Minho, onde é também investigador do Centro de Engenharia Biológica e Diretor do Mestrado em Bioinformática.

É autor de mais de 150 artigos em revistas e conferências internacionais e investigador responsável em vários projetos financiados, em áreas relacionadas com a mineração de dados, a aprendizagem máquina e a computação evolucionária, com aplicações nos campos da bioinformática, da biologia de sistemas e da otimização de redes de computadores. Leciona, ainda, várias unidades curriculares relacionadas com a bioinformática e com a análise e exploração de dados biológicos.
Ver Mais