2021-10-19

O poeta que questionava as convenções

Aves Dormindo Enquanto Flutuam, de Masaoka Shiki

Partilhar:

Último volume de uma tetralogia dedicada aos Quatro Grandes da Poesia Haiku – iniciada com Matsuo Bashô, e continuada com Kobayashi Issa e Yosa Buson –, Aves Dormindo Enquanto Flutuam permite ao leitor português mergulhar na poesia oriental, na plenitude dos seus matizes, imagens e melodias.

Com introdução, posfácio, notas e versões portuguesas de Joaquim M. Palma, deixemo-nos seduzir pelos singelos versos destes mil haikus de Masaoka Shiki: «Pondo de parte as questões existenciais, o sofrimento e a morte, usufruamos, por agora, da magia e beleza que Shiki, um humano que adorava comer diospiros e questionar convenções, deixou ao mundo do futuro como herança do seu sentir poético.»

 

O livro já se encontra em pré-venda e estará disponível nas livrarias a 28 de outubro.

 

173.

 

esmaguei a aranha

e com frio

passei sozinho o resto da noite

 

kumo korosu / ato no sabishiki / yosamu kana

 

259.

 

noite de primavera —

um homem solteiro e um livro

que estará ele a ler?

 

haru no yo ya / tsuma naki otoko / nani o yomu

 

Sobre o autor

Masaoka Shiki, nome literário de Masaoka Noboru, foi um poeta e crítico literário japonês nascido na cidade de Matsuyama, em 1867. Desde cedo se dedicou à teorização e reforma das formas clássicas de composição lírica do Japão, tendo sido um dos principais promotores no desenvolvimento da modernidade na poesia haiku. A sua obra inclui perto de vinte mil versos, ensaios e artigos de jornal, afirmando-o como o último dos Quatro Grandes da Poesia Haiku. Morre em 1902, aos 34 anos de idade, de tuberculose.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK