Manhã

avaliação dos leitores (6 comentários)
(6 comentários)
Formatos disponíveis
13,30€ I
10,64€ I
-20%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-20%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
13,30€ I
10,64€ I
COMPRAR
I 20% DE DESCONTO IMEDIATO
I Em stock - Envio 24H
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

«Manhã» é o mais recente livro de poemas de Adília Lopes. Começa com uma epígrafe lapidar de Alexandre O'Neill: «(Pesquisas fazem-se em casa, já dizia a minha avó, que era escritora)». Infância, memórias, momentos comoventes, desconcertantes ou paradoxais, como neste poema onde a autora nos fala de Palavras Caras:

«Em minha casa, detestávamos pessoas bem-falantes, palavras caras. De uma vez, apareceu a prima Maria Lucília a dizer já não sei porquê:
Fiquei muito confrangida.
Passámos a chamar-lhe a confrangida.
Sempre que aparecia alguém na televisão a declamar poesia ou a falar de poesia, desligávamos a televisão.»
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Encantador
Nelson Barbosa | 2019-08-16
Adília Lopes tem uma poesia aparentemente simples, mas de alto poder de concentração e profundidade. Tenho me encantado com seus poemas, com sua forma de se expressar poeticamente, além do cuidado excepcional de edição de seus livros pela A&A. Esta capa, de início, chamou-me a atenção mas não sabia ainda dizer por quê. Ao ler os poemas, encontrei uma pequena narrativa intitulada "Pralines" que automaticamente me remeteu de volta à capa. Assim se deu a interação entre texto e imagem, remetendo-me a uma infância em que a imagem e o sabor do poema me definiam como alguém muito feliz, numa espécie de experiência proustiana das madalenas . Este é o poder da poesia, e o cuidado com a realização do livro, a ideia de sua capa demonstram a grandiosidade da poeta e sua mensagem. Gosto muito de Adília e tive ótimas experiências em adquirir seus livros por meio de WOOK, sempre muito atenciosos com o leitor.
Excelente.
D. | 2018-10-19
Poesia imensamente boa.

DETALHES DO PRODUTO

Manhã
ISBN: 978-972-37-1809-6
Edição/reimpressão: 03-2017
Editor: Assírio & Alvim
Código: 79398
Idioma: Português
Dimensões: 145 x 205 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 144
Tipo de Produto: Livro
Adília Lopes, pseudónimo literário de Maria José da Silva Viana Fidalgo de Oliveira, nasceu em Lisboa, em 1960. Frequentou a licenciatura em Física, na Universidade de Lisboa, que viria a abandonar quando já estava prestes a completá-la. Começa a publicar a sua poesia no Anuário de Poetas não Publicados da Assírio & Alvim, em 1984. Antes disso, em 1983, começa uma nova licenciatura, em Literatura e Linguística Portuguesa e Francesa, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Pelo meio, antes de a terminar, publica o seu primeiro livro de poesia, Um Jogo Bastante Perigoso, em edição de autor (1985). Em 2000 publica Obra, a reunião da sua poesia e, em 2009, Dobra, que amplia a edição anterior com o que foi publicado entretanto, tal como de resto acontece com a mais recente edição de 2014, aumentada e revista. Tem colaborado em diversos jornais e revistas, em Portugal e no estrangeiro, com poemas, artigos e poemas traduzidos.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK